Bolsonaro elogia decisão da Anvisa sobre maconha medicinal

Total
0
Shares
Presidente jair Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada conversando com o público e jornalistas, cerdado de segurançasFoto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente Jair Bolsonaro elogiou nesta 4ª feira (4.dez.2019) a decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de liberar o registro e a venda de medicamentos à base de Cannabis em farmácias no Brasil, mas vetar o cultivo pessoal de maconha para fins medicinais. No Twitter, o presidente afirmou que o resultado permitirá “melhor acesso dos pacientes ao tratamento, mesmo com a não aprovação do cultivo”.

Na sessão, 0 diretor Antonio Barra Torres abriu o placar votando contra o cultivo da erva no país para produção de produtos medicinais. O voto de Torres foi acompanhado pela diretora Alessandra Bastos e pelo diretor Fernando Mendes Garcia Neto. O diretor-presidente da agência reguladora, William Dib, concluiu pelo arquivamento do item durante o julgamento.

REMÉDIO SERÁ VENDIDO EM FARMÁCIAS
A venda será restrita a prescrição médica e retenção de receita e só poderá ser feita em farmácias e drogarias, sendo vetada em farmácias de manipulação.

Os fabricantes só podem importar a matéria-prima semielaborada e não a planta ou parte dela. Para viabilizar o monitoramento integral dos lotes de produtos e medicamentos à base de Cannabis importados, foram limitados os pontos de entrada dos produtos em território nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post