Comissão debate uso de medicamentos com princípios da maconha

Total
0
Shares

O acesso a medicamentos que contenham canabinoides é o tema de audiência pública nesta tarde na comissão especial criada para analisar o PL 399/15, que viabiliza a comercialização de remédios que contenham extratos, substratos ou partes da planta Cannabis sativa, popularmente chamada de maconha, em sua formulação.

Foram convidados para o debate:
– o diretor-executivo da Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace Esperança, única entidade que conseguiu autorização judicial para cultivo da maconha para uso medicinal), Cassiano Teixeira;
– a coordenadora-geral da entidade de Apoio à Pesquisa e à Pacientes de Cannabis Medicinal (Apepi), Margareth Santos de Brito;
– a presidente da Associação de Cannabis e Saúde (Cultive), Cidinha Carvalho;
– o presidente da Aliança Verde (associação de pacientes), Rafael Evangelista Ladeira;
– o ex-deputado federal Givaldo Carimbão, que foi relator da Comissão Especial de Combate às Drogas;
– o jornalista, documentarista e especialista em política de saúde e de drogas Tarso Araújo, diretor do filme longa-metragem “Ilegal”, sobre um grupo de mães que luta para tratar a epilepsia de seus filhos com produtos da planta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

Cannabis: aprovado regulamento para uso medicinal

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou, nesta terça-feira (26/11), o novo regulamento para produtos derivados de cannabis. O texto elenca os requisitos necessários para a regularização deles no país, estabelecendo…
View Post