Cânhamo será tendência em 2019, aponta gigante varejista

Total
0
Shares

A Whole Foods Market, maior rede multinacional de supermercados focada em produtos naturais e orgânicos, lançou a quarta edição de seu relatório anual global sobre as tendências alimentares inovadoras para o ano seguinte – embalagens ecologicamente corretas, probióticos e produtos de cânhamo estão entre as influências que deverão se destacar em 2019.

 As previsões foram elaboradas por especialistas culinários e líderes da Whole Foods Market, que criam itens e detectam tendências em mais de 490 lojas da rede, em diversos departamentos, como queijos, especialidades, frutos do mar, alimentos preparados, produtos e cuidados com o corpo. “Os observadores de tendências experientes compilaram esse relatório com base em mais de 100 anos de experiência combinada em terceirização de produtos, estudando as preferências dos consumidores e participando de exposições da indústria de alimentos e bem-estar em todo o mundo”, afirma o comunicado oficial.

 No top 10, sementes e óleos de cânhamo, variedade da cannabis que não possui propriedades psicoativas, se colocam como uma grande novidade para amantes da saúde e bem-estar que investem em produtos alimentares e de beleza. Presentes em produtos que variam de mistura para bolos a loções corporais, os derivados do cânhamo (ainda considerado tabu, sobretudo pela lei federal americana), devem ganhar o gosto dos consumidores menos pelo mainstream, mais pelo boca a boca, segundo o estudo. “Fontes não derivadas da cannabis do sistema endocanabinoide, como os fitocanabinoides existentes na natureza, também estão se tornando mais visíveis e prevalentes devido à tendência crescente”, acrescenta o documento.

 Além do cânhamo, a Whole Foods Market aponta como tendências para 2019 os sabores do círculo de Fogo, região que engloba Ásia, Oceania e as costas oeste do continente americano, probióticos em produtos de longa duração, como granolas e cosméticos, snacks do mar, como algas e crispy de pele de salmão, além de compras de conscientes e empoderadas, que contribuem para movimentos sociais através de bens e serviços que podem resultar em grandes mudanças, muito além do mundo do varejo.

Fonte: GanjaTalks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post