Startups de cannabis: o que você precisa saber

Total
0
Shares

As incubadoras de startups de cannabis desempenham um papel importante na formação do ecossistema da indústria, e isso pode afetar diretamente os consumidores e pacientes tratados com cannabis medicinal.

No texto publicado pelo iCan, o Diretor de Aceleração da iCAN, Hayim Raclaw , discute a importância das incubadoras para startups de maconha e explica o que uma incubadora de boa qualidade deve incluir em seus serviços.

O que é uma incubadora?

As incubadoras são dedicadas a orientar as empresas recém-criadas para o sucesso sustentável a longo prazo. Eles fazem isso oferecendo serviços técnicos, orientação e orientação especializada. Muitas empresas iniciantes de primeira fase carecem dos recursos, experiência e redes necessárias para expandir em um mercado competitivo. As incubadoras ajudam as startups a obter alavancagem, oferecendo serviços e capital para impulsionar os negócios.

Outro papel importante das incubadoras – especialmente no espaço da cannabis – é sua contribuição para a cultura e o meio ambiente, ou ecossistema, do setor. Embora a construção e a aceleração de negócios sustentáveis ​​beneficiem os empreendedores e seus investidores, um ecossistema saudável beneficia todo o setor.

Para as startups de cannabis, os serviços de incubadoras acelerarão o sucesso, mas também garantirão o controle de qualidade e a escala sustentável.

Um modelo de incubação em quatro frentes de maconha

Nem todas as incubadoras são criadas da mesma forma. As incubadoras de startups de cannabis oferecem orientação contínua e trabalham em parceria com empresas emergentes de cannabis. Ao se concentrar em modelos de serviço sob medida, personalizados para cada empreendimento, as incubadoras aceleram o sucesso, protegendo a saúde e a viabilidade a longo prazo.

As incubadoras de startups de cannabis de qualidade oferecem quatro esferas de assistência para impulsionar as startups em direção à lucratividade sustentável:

1. Conheça seus mercados

Os empreendimentos da incubadora recebem exposição em eventos globais, conferências do setor e reuniões de investidores. Através da participação e participação em conferências líderes mundiais da indústria de cannabis, as empresas de incubação obtêm uma vantagem sobre os concorrentes com presença facilitada no mercado. Os mentores da incubadora auxiliam na definição de mercados e na solução de problemas de marketing para o crescimento máximo.

2. Desenvolva seu negócio

Os empreendimentos da Incubator colaboram com um seleto grupo de especialistas de setores da indústria da cannabis. Profissionais com histórico comprovado fornecem orientações desde o planejamento inicial de negócios e modelagem financeira até as principais estratégias de recrutamento e receita.

3. Crie seu produto

Os empreendimentos da incubadora acessam o conhecimento de desenvolvimento, técnico e de produção para identificar e selecionar parceiros da cadeia de suprimentos para acelerar o desenvolvimento. Esta etapa incorpora a validação clínica com parceiros relevantes. Independentemente do estágio de desenvolvimento de uma startup de cannabis, uma incubadora de qualidade garantirá uma entrega econômica, maior lucratividade e apelo ao produto.

4. Encontre seu capital

Os empreendimentos da incubadora recebem orientações de estratégia de financiamento, definição de avaliação e prontidão de arremesso de veteranos do mercado de cannabis, experientes em garantir financiamento para empresas de setores relevantes. A assistência inclui a reunião com os principais executivos de cannabis e líderes de opinião para oferecer insights, contatos e credibilidade ao empreendimento.

Processo de Incubação Estruturada de Cannabis

Qualquer boa incubadora avalia empreendimentos em potencial antes de entrar em um acordo. Ao se concentrarem em empreendimentos de alto valor, as incubadoras responsáveis ​​de maconha reservam serviços para um número seleto de perspectivas de qualidade, em vez de aceitar um alto volume de negócios de baixo potencial que exigem mais recursos.

Uma vez que um novo empreendimento seja integrado, a incubadora iniciará um processo focado em objetivos:

Etapa 1: Avaliação do Empreendimento

Antes de se tornar parte de uma incubadora, os empreendimentos passam por uma avaliação preliminar. A avaliação de risco considera o gerenciamento, o produto, o jurídico e a propriedade intelectual, a estratégia de vendas e marketing e a situação financeira do empreendimento.

Etapa 2: Objetivos da Incubação

Nesse estágio inicial, é fundamental articular objetivos desejáveis, viáveis ​​e mensuráveis, ao longo de um cronograma razoável e atingível.

Etapa 3: Plano de Ação de Incubação

A incubadora e o gerenciamento de empreendimentos trabalham lado a lado para desenvolver um plano de ação com um conjunto de produtos projetados para atender aos objetivos descritos na etapa anterior. Nesta fase, os mentores de incubação são atribuídos ao empreendimento.

Etapa 4: Impacto da Incubação

O impacto com base no alcance bem-sucedido dos objetivos é avaliado continuamente. As ações corretivas e o planejamento do próximo estágio são implementados conforme necessário para garantir o crescimento contínuo.

Fonte: iCan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

Oferta da Cannabis medicinal pelo SUS será tema de audiência pública

Na próxima segunda-feira (25), das 9h30 às 13h, na sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, será promovida uma audiência pública para debater a importância do Projeto de…
View Post

Juíza de Niterói autoriza doente de Parkinson a plantar maconha para tratamento

A juíza Rosana Navega, do 1º Juizado Criminal de Niterói, concedeu liminar para que uma senhora possa plantar e transportar cannabis sativa, a planta da maconha, para fins medicinais. Ela…
View Post