Restaurante em Lisboa oferece cardápio com produtos de cannabis

Total
0
Shares

Guy-David Gharbi é francês, tem 33 anos e há dois que está a passar férias em Lisboa. Veio para Portugal apenas para visitar um amigo, mas acabou por ficar na cidade. “Sou um apaixonado por comida e vinho, por isso quis abrir um restaurante”, explica à NiT. O novo Legaaal — sim com três A — fica no Bairro Alto, serve pratos de inspiração francesa e os vinhos são todos portugueses. Há uma ainda pequena loja no espaço onde se vendem artigos com CBD, canabidiol, uma das substâncias da cannabis sem os efeitos alucinogénios.

O Legaaal abriu em Lisboa no final de novembro. “Escolhi o Bairro Alto porque é a minha zona favorita na cidade.” Logo nos primeiros 10 dias, o espaço foi assaltado, mas voltaram a funcionar dias depois. Guy-David é natural de Paris. Em França trabalhava numa empresa ligada a serviços de Internet. Nunca teve nada ligado à restauração, mas quase dois meses depois desta experiência, já tem ideia de abrir um outro projeto.

“Será uma brasserie e fica na Rua da Bica.” Está previsto inaugurar nos próximos dois meses. Por enquanto, é no Legaaal que pode provar algumas especialidades francesas, mas também de comida internacional. Experimente o mil folhas com tártaro de peixe, o gravelax (marinada) de salmão e limão (6€), o bife de atum com ratatouille (12,50€), ou o entrecote servido com batatas (12,50€).

A ementa não é muito grande e pode sofrer algumas alterações durante a semana. Para a sobremesa tem mousse de chocolate, pêra cozida em vinho com gelado de baunilha ou um fondant de chocolate (4€ cada uma). Para acompanhar há 90 vinhos portugueses, de todas as regiões do País, tanto em garrafa como a copo. Também funciona como garrafeira, pode passar por lá apenas para comprar uma das referências.

O Legaaal tem capacidade para 45 pessoas. Não há uma mesa ou cadeira iguais no restaurante. “Comprámos tudo em lojas de antiguidades.” O nome veio da palavra legal, mas com sotaque brasileiro. “Quer dizer super, mas colocámos com três às para ficar ainda mais cool.”

Além de petiscar e beber, no Legaaal pode comprar os tais produtos com CBD, uma das  substâncias da cannabis. Há chás, mas também pode levar para fumar e até em diversos produtos de cosmética, como cremes, sabonetes e óleos.

Quem manda nisto tudo

Nome: Guy-David Gharbi
Idade: 33 anos
Prato favorito: gravelax de salmão e limão
Maior guilty pleasure: fondant de chocolate
Convença-nos a visitar este espaço: “Espaço autêntico com bons petiscos e a preços acessíveis.”

Fonte: NitPortugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like