Canadenses gastaram R$ 6 bilhões com maconha legalizada em 2018

Total
0
Shares

A VICE publicou um relatório indicando que os canadenses gastaram mais de US$ 1,6 bilhão, cerca de 6 bilhões de Reais, em produtos legais de cannabis no ano passado. Não é segredo, o governo federal do Canadá, eleito para passar a legislação, efetivamente acabou com o status proibitivo da maconha recreativa, em conjunto com um plano para controlar a substância em seu ponto de venda. Os quiosques patrocinados pelo Estado estão em funcionamento há meses, com o objetivo final de interromper o tráfico.

O movimento legislativo, impulsionado pelo governo liberal de Justin Trudeau, encontrou suspeita e euforia, dependendo de quem você pergunta. Os canadenses, no entanto, estão mordendo a opção convencional, dobrando seus gastos com ervas de US$ 755 milhões em 2017 para US$ 1,6 bilhão acumuladas em 2018.

Considere o seguinte: a receita bruta de 2017 reflete apenas os gastos com medicamentos licenciados, enquanto as vendas em 2018, abrangem a receita líquida de dispensários, levando o Canadá à 3ª posição mundial em consumo legal de maconha.

Somente em 2017, antes da legalização da erva, os US$ 755 milhões em vendas médicas representaram apenas US$ 5,7 bilhões em gastos totais, gerados principalmente pelo mercado negro. O mesmo relatório, que publicou todas essas descobertas, estima que os gastos legais aumentarão para US$ 7,8 bilhões até o ano de 2022 (no Canadá), segundo o qual a margem de comércio global deve atingir US$ 41,9 bilhões no mesmo período.

Fonte: RapMais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like