Entenda como funciona a legalização da “maconha” no Uruguai

Total
0
Shares

Aprovada em 2013, a lei que descriminaliza o uso da maconha no Uruguai permite três formas de acesso à droga:

    1. produção residencial ou o autocultivo, com até seis plantas por pessoa;
    2. A produção em clubes de usuários, que podem ter de 15 a 45 sócios;
    3. Desde 2017, a compra em farmácias está liberada.

Em julho de 2017, o Uruguai se tornou o primeiro país sul-americano a vender maconha com fins recreativos. A droga é produzida sob controle do Estado e comercializada no âmbito da lei de 2013 que regulamentou o consumo, a venda e a distribuição da cannabis sativa.

De acordo com levantamento do Instituto de Regulação e Controle da Cannabis (IRCCA) no Uruguai, há 34.108 consumidores — o que representa 1% da população — registrados de maconha no país, entre autocultivadores (que plantam a erva em casa), compradores e membros de clubes de cultivo.

Fonte: Gaúcha Zh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like