Ações da Tesla atingem ‘número mágico’ de Elon Musk, que volta a tuitar sobre maconha

Total
0
Shares

Embaladas por três meses de alta, as ações da Tesla ultrapassaram os US$ 420 pela primeira vez nas segunda-feira, depois de a fabricante de carros elétricos ter conseguido um empréstimo de US$ 1,4 bilhões para investir em sua fábrica na China.

A cotação é justamente aquela que, há mais de um ano, suscitou um tuíte desastroso por seu fundador, Elon Musk, que se desdobrou em um processo e US$ 20 milhões em multas. Mas o empresário parece não estar arrependido: voltou a fazer piada com o número na mesma rede social nesta segunda-feira.

Em agosto de 2018, Musk escreveu que fecharia o capital da Tesla quando as ações atingissem US$ 420, acrescentando inclusive que já tinha obtido o financiamento necessário para comprar os papéis na Bolsa. O anúncio provocou forte volatilidade nos papéis, mas a Securities and Exchange Commission (SEC, autoridade que regula o mercado de capitais nos EUA) descobriu que tudo não passava de uma piada de Musk.

Após investigar o caso, o órgão concluiu que a escolha da cotação de US$ 420 por Musk era, na verdade, uma referência velada à maconha, e que o principal objetivo do empresário com tudo isso era impressionar sua namorada. No universo dos amantes da cannabis, o dia 20 de abril (4/20, no formato de datas americano) é festejado como o dia da maconha.

O tuíte foi o marco de um período particularmente negativo na trajetória da Tesla e levou também à saída de Musk da presidência do conselho da empresa.

A Tesla também foi obrigada a contratar um advogado para analisar algumas das postagens do bilionário nas redes sociais antes de elas serem publicadas.

Mas ao ver a cotação atingir os US$ 420 pela primeira vez na segunda-feira, Musk não resistiu.

“Uau… a ação está tão alta lol” (“Whoa … the stock is so high lol”), tuitou o empresário, aparentemente associando o patamar elevado do papel ao barato da erva.

A relação entre Musk e a cannabis é especialmente sensível para os investidores da empresa. Em setembro passado, um mês depois daquele tuíte desastroso, o bilionário fumou maconha ao vivo durante uma entrevista, provocando uma queda que chegou a ultrapassar os 14% nos papéis da companhia na Bolsa.

Nos últimos meses, porém, a Tesla parece ter retomado o rumo, e as ações acumulam alta de 65% desde que a fabricante surpreendeu analistas ao anunciar lucro em outubro. Os investidores aguardam agora o desempenho da Tesla na China, com a expectativa de que a companhia começará a vender naquele mercado a versão do Model 3 fabricada no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

Recicladora de resíduos de maconha ganha concessão do Colorado para desenvolver produtos de cânhamo de reposição

Uma startup de resíduos de maconha foi selecionada para receber uma doação de US $ 250.000 do Colorado para encontrar usos do mercado de reposição para resíduos de cânhamo e maconha. 9Fiber,…
View Post

Vem aí a ExpoCannabis 2019 em Montevidéu

Para quem nunca foi, vale conferir como funciona a festa Todo final de ano acontece, em Montevidéu, a ExpoCannabis! A feira reúne uma diversa gama de produtos, iniciativas, debates, publicações…
View Post