Aceleradora busca start-ups e projetos no setor de Cannabis no Brasil

Total
0
Shares

Novas oportunidades na economia se abrem com a evolução da liberação da venda de medicamentos à base de Cannabis no Brasil. A perspectiva desse setor é movimentar o equivalente a R﹩ 4,7 bilhões no País e beneficiar mais de 3,4 milhões de pacientes em três anos, com um cenário e regulamentação mais abrangentes, que não é uma realidade no Brasil de hoje. Atenta a isso, a The Green Hub, aceleradora de start-ups com foco específico em cannabis, realiza eventos com a finalidade de ajudar organizações e indivíduos a desenvolver projetos e falar diretamente com investidores, empreendedores e especialistas em ideias disruptivas.

O Cannabis Thinking, em 7 de março, será um dia reservado para trocar ideias com especialistas no assunto e focar no desenvolvimento de projetos criativos. As inscrições já estão abertas. Para participar acesse o site: http://www.thegreenhub.com.br/servicos/eventos/cannabis-thinking-2020/.

Outro evento de grande importância com inscrições abertas de janeiro a março, é a Chamada das Start-ups:
http://www.thegreenhub.com.br/servicos/aceleradora-de-startups/startups/, que servirá para dar notoriedade ao emergente mercado de Cannabis no Brasil. Os projetos de maior destaque serão convidados para participar em 10 de março do Demo Day – apresentação de Start-ups e Projetos Inovadores com foco em Cannabis para grupo formado por investidores, apoiadores e convidados. Os dois eventos serão realizados no Civi-Co, em São Paulo.

Com exceção do uso recreativo da Cannabis, a chamada de start-ups para o Demo Day está aberta para inscrições de projetos de todas as demais áreas, incluindo gestão de dados de saúde, equipamentos e dispositivos, Digital Health, genética, educação, logística, extração, cultivo e comunicação, entre outras. Os projetos podem ter abrangência internacional, com foco em mercados mais evoluídos no setor de cannabis.

Todos os projetos serão avaliados por profissionais especializados do mercado, considerando aspectos como equipe, criatividade, ineditismo e escalabilidade, entre outros. Terão preferencia soluções inovadoras voltadas ao setor medicinal, em conformidade com a atual regulamentação vigente no País, não perdendo de vista, as possibilidades nutricionais e industriais que derivam principalmente do Hemp. “Queremos atrair pessoas talentosas e empresas engajadas nas diferentes esferas do ecossistema mundial da Cannabis medicinal, atuando como intermediadores de negócios e auxiliando no processo de regulamentação do setor no Brasil e na América Latina”, afirma Marcel Grecco, sócio-fundador e CEO da The Green Hub.

Cannabis Thinking – Os conceitos do design estratégico e colaborativo serão transpostos para o evento Cannabis Thinking, que acontece três dias antes da apresentação das start-ups a possíveis grupos de investidores. “Desse evento podem surgir ideias absolutamente inovadoras e que também poderão interessar ao mercado investidor”, diz Alex Lucena, head de inovação da The Green Hub.

A parte da manhã será reservada a palestras com a presença de figuras renomadas como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; a presidente do Instituto Humanitas360, Patrícia Vilela; o renomado cientista Stevens Rehen; e o sócio-fundador e diretor de negócios da The Green Hub, Marcelo De Vita Grecco. Já a tarde será reservada para atividade imersiva, com objetivo em facilitar processos de inovação no desenvolvimento de novos negócios. O dia termina com apresentação dos resultados dos grupos em formato pitch.

Serviço:

Cannabis Thinking

Data: 7 de março

Link para inscrição: http://www.thegreenhub.com.br/servicos/eventos/cannabis-thinking-2020/.

Valor: R﹩ 1500

Chamada das Start-ups:

Inscrições: De Janeiro a Março

Link para Inscrições: http://www.thegreenhub.com.br/servicos/aceleradora-de-startups/startups/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post