Startup portuguesa aposta na canábis medicinal

Total
1
Shares

Henrique Sardinha criou a “Preze” com o objetivo de desenvolver terapêuticas com canábis medicinal para doentes com cancro, patologias neurológicas e doenças autoimunes.

O “gatilho” para esta ideia surgiu depois de um amigo que sofre de uma doença autoimune ter começado a tomar CBD – substância química da canábis – e ter notado melhoras.

A empresa farmacêutica tem já uma pré-autorização do Infarmed, mas precisa ainda de uma inspeção final para garantir a segurança e condições da plantação.

Henrique está esta terça-feira com a “Preze” na Web Summit à procura de investimento e para dar a conhecer a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

Com aval para cultivar cannabis, empresa de SP planeja iniciar produção em dois meses e vender para indústrias têxtil e alimentícia

A empresa de Holambra (SP) que obteve a autorização para cultivar e vender produtos à base de cannabis sem efeitos alucinógenos tem como meta comercializar o insumo de cânhamo com…
View Post