Startup portuguesa aposta na canábis medicinal

Total
0
Shares

Henrique Sardinha criou a “Preze” com o objetivo de desenvolver terapêuticas com canábis medicinal para doentes com cancro, patologias neurológicas e doenças autoimunes.

O “gatilho” para esta ideia surgiu depois de um amigo que sofre de uma doença autoimune ter começado a tomar CBD – substância química da canábis – e ter notado melhoras.

A empresa farmacêutica tem já uma pré-autorização do Infarmed, mas precisa ainda de uma inspeção final para garantir a segurança e condições da plantação.

Henrique está esta terça-feira com a “Preze” na Web Summit à procura de investimento e para dar a conhecer a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

PAURIC DUFFY, O HOMEM DA CANÁBIS MEDICINAL

Pauric Duffy, fundador da Holigen, vai correr no Rally Casinos do Algarve, com um carro patrocinado pela Holigen e Flowr. Esta poderia ser apenas uma participação de um piloto estrangeiro…
View Post

Com aval para cultivar cannabis, empresa de SP planeja iniciar produção em dois meses e vender para indústrias têxtil e alimentícia

A empresa de Holambra (SP) que obteve a autorização para cultivar e vender produtos à base de cannabis sem efeitos alucinógenos tem como meta comercializar o insumo de cânhamo com…
View Post

No Brasil, empreendimentos milionários aguardam sinal verde do governo para entrar no mercado da maconha medicinal

Na última semana, em uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre a regulamentação do plantio de maconha medicinal no país, o ex-deputado federal Givaldo Carimbão disse conhecer o caso…
View Post