AB InBev faz acordo para pesquisa de bebidas não alcóolicas com maconha

Total
0
Shares

A AB Inbev fechou nesta quarta-feira um acordo com a Tilray, empresa de produção e distribuição de maconha, para pesquisar o desenvolvimento de bebidas não alcóolicas que incluam componentes da substância, legalizada para uso recreativo e medicinal em parte dos Estados Unidos.

O acordo, no qual as duas empresas investirão US$ 50 milhões cada, fez as ações da Tilray dispararem e registrarem alta de 12% nas operações realizadas após o fechamento do pregão.

Em comunicado, AB InBev e Tilray informaram que o acordo terá efeito no Canadá. As decisões sobre a comercialização das bebidas desenvolvidas nas pesquisas serão tomadas no futuro.

“Esperamos aprender mais sobre essas bebidas e suas categorias nos próximos meses”, afirmaram as empresas na nota, indicando que os componentes da maconha que pretendem incluir nessas bebidas o tetrahydrocannabinol (THC) e o cannabidiol (CBD).

Para a parceria, a Ab InBev participará da associação com sua subsidiária no Canadá, a Labatt Breweries. Já a Tilray entra no acordo com seu selo canadense High Park Company.

“A Labatt está comprometida em permanecer à frente das tendências emergentes dos consumidores”, afirmou o diretor da empresa, Kyle Norrington, citado na nota conjunta.

“Com um sólido histórico de desenvolvimento e comercialização responsável de produtos nas suas respectivas indústrias, AB InBev e Tilray acreditam que o mercado legal para o THC e o CBD só prosperará se a indústria adota uma regulação adequada do cannabis para adultos, que inclua produção, venda, comercialização e consumo responsável”, concluiu o comunicado. EFE.

Fonte: EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post