Bolsonaro apresenta soluções populistas que não resolvem os problemas da segurança

Total
0
Shares

Assim como na educação, Jair Bolsonaro tangencia os reais problemas da segurança. Ao invés de reconhecer e enfrentar o que aterroriza a população, apresenta soluções populistas. Por exemplo: o excludente de ilicitude não vai assegurar mais segurança ao cidadão brasileiro.

É uma bandeira de campanha, é uma garantia ao policial, é um monte de coisa, menos solução para combate às facções criminosas, ao tráfico de drogas e armas, à falta de controle nos presídios, à falta de efetivo nas polícias. Não ataca a raiz dos problemas. Mas faz barulho e um agrado em uma parcela importante do eleitorado.

O mesmo serve para a proposta da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no campo. Não é a ameaça de intervenção que vai afastar o risco de invasões de terra ou a violência na área rural. Mas são propostas de fácil compreensão.

Na educação funciona a mesma lógica. Enquanto o Conselho Nacional de Educação discute e propõe qualificação de professores do ensino fundamental, o ministro acusa (sem provas) universidades federais de semear lavouras de maconha. O que ele ganha com isso? Curtidas, likes e tapinhas no ombro. Sem falar que uma parcela do eleitorado de Bolsonaro vibra com essas tiradas do ministro.

Resumo da ópera: o foco é a reeleição. A lógica da pauta de costumes e sem efetividade, que tomou conta da campanha de 2018, continua em alta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

STJ reafirma que importação de sementes de maconha não é contrabando

A importação de pequena quantidade de sementes de maconha não pode ser considerada contrabando. Com esse entendimento, a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou recurso do Ministério Público…
View Post

O ministro da Educação não sabe o que diz

Mais uma vez, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, investiu contra as instituições de ensino federais tentando envolver, na semana passada, os seus alunos em prática criminosa. Se a intenção…
View Post