Fundo de maconha ganha versão light para investidores do varejo

Total
1
Shares

SÃO PAULO, SP – O fundo temático de canabidiol, lançado em outubro, ganhou uma versão mais leve para abranger os investidores do varejo. O fundo Canabidiol Light passa a valer a partir desta terça-feira (19) e terá 20% da sua carteira investida no fundo original e os 80% restantes em títulos de renda fixa pós-fixados.

De acordo com o sócio fundador da Vitreo, fintech (empresa de tecnologia voltada para o setor financeiro), George Waschmann, a meta do novo fundo é captar a mesma quantia do original: R$ 100 milhões. “Quando lançamos o primeiro fundo, tivemos um interesse muito grande de clientes que não se encaixavam no perfil de investidor qualificado. Essa versão mais light vem para atender essa demanda e tem potencial para até superar a quantia captada inicialmente pelo fundo original”, afirmou.

O fundo original, denominado Vitreo Canabidiol FIA IE, lançado em 29 de outubro, captou R$ 20 milhões nas duas primeiras semanas. Com 100% da sua carteira alocada no exterior, porém, era voltado apenas para investidores qualificados (que tenham pelo menos R$ 1 milhão em aplicações financeiras ou que possuam alguma das certificações validadas pela CVM).

“Essa versão com 80% em títulos públicos acaba diluindo um pouco a volatilidade, tanto para o bem quanto para o mal. É um mercado novo e que oscila muito, mas que tem grande potencial de crescimento. Mas é importante destacar, principalmente para os investidores de varejo, que esse investimento é para ser apenas uma casquinha da parcela de risco do portfólio”, acrescentou Waschmann.

O Canabidiol Light tem aporte mínimo de R$ 5.000 e prazo de resgate médio de dez dias (no jargão do mercado, em D+10), tendo ainda de um a dois dias úteis para a conversão das cotas em dinheiro (a chamada cotização).

O total de taxa cobrada no fundo é de 0,452% (considerando-se a taxa ponderada do fundo e as tarifas de administração e custódia). O fundo ainda sofre incidência da alíquota de Imposto de Renda, com tabela regressiva (quanto mais tempo o dinheiro é deixado na carteira, menor o imposto pago).

O fundo original, que investe em mais de 80 empresas do setor da cannabis por meio de ações e ETFs (da sigla em inglês para Exchange-Traded Funds), fundos negociados em Bolsas de valores no exterior e com a temática canabidiol, caía mais de 10% nesta terça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

Vem aí a ExpoCannabis 2019 em Montevidéu

Para quem nunca foi, vale conferir como funciona a festa Todo final de ano acontece, em Montevidéu, a ExpoCannabis! A feira reúne uma diversa gama de produtos, iniciativas, debates, publicações…
View Post

Escopo futuro do mercado global de cannabis 2024 pelos principais participantes: Maricann Group, Inc., Canopy Growth Corporation, Aphria, Inc. e outros

Mercado Global de Cannabis: Visão Geral Os negócios de cannabis estão rapidamente ganhando força nos últimos anos, devido à legalização da cannabis para uso medicinal por vários governos em todo…
View Post