Investidor de tecnologia lidera a primeira startup de maconha medicinal da Alemanha

Total
0
Shares

A startup de Berlim Demecan concluiu uma rodada de financiamento da Série A de € 7 milhões para expandir suas instalações de produção de cannabis medicinal e o comércio atacadista na Alemanha. Tornou-se a única empresa alemã autorizada a produzir cannabis medicinal na Alemanha.

Este é um momento decisivo para o país e é o primeiro investimento nesse setor para a rede de investidores privados conectada à btov Partners (a VC) . A outra metade do financiamento veio de um único escritório de família alemão, que se acredita ter suas raízes no setor de bens de consumo. Apenas duas outras empresas, duas delas do Canadá, receberam o contrato para produzir cannabis medicinal na Alemanha em maio de 2019.

A luz verde do Instituto Federal Alemão para Drogas e Dispositivos Médicos significa que Demecan será capaz de produzir pelo menos 2.400 kg de flores secas de cannabis nos próximos quatro anos.

A empresa também atua como importadora e atacadista de maconha medicinal, podendo assim cobrir toda a cadeia de valor. Desde que o governo alemão permitiu que a maconha fosse prescrita para fins terapêuticos em 2017, a demanda superou a oferta.

Jennifer Phan, da btov Partners, afirmou em um comunicado: “A Demecan opera em um mercado muito atraente no momento certo. Atualmente, a Alemanha representa o terceiro maior mercado de cannabis medicinal do mundo e está em um caminho de crescimento. Acreditamos que a empresa tem uma vantagem pioneira em um ambiente de mercado altamente regulamentado, especialmente por ser a única empresa de fabricação e comercialização alemã no mercado europeu. ”

“Nos últimos anos, lidamos intensivamente com o mercado e alcançamos um marco importante ao vencer o processo de licitação. Agora estamos focando em mais crescimento e no início da produção em 2020″, acrescentou o Dr. Constantin von der Groeben, co-fundador da Demecan

Fonte: Tech Crunch

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Startup portuguesa aposta na canábis medicinal

Henrique Sardinha criou a “Preze” com o objetivo de desenvolver terapêuticas com canábis medicinal para doentes com cancro, patologias neurológicas e doenças autoimunes. O “gatilho” para esta ideia surgiu depois…
View Post

Muito mais sustentável! Indústria da moda substitui algodão por fibra de “maconha” na produção têxtil

Depois de ser proibido por mais de 80 anos nos EUA, por possuir (baixas!) concentrações de THC, um dos princípios psicoativos da maconha, o cultivo de cânhamo está finalmente liberado…
View Post

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post