Na Colômbia, médico prescreve e paciente compra na hora

Total
0
Shares

A regulamentação do mercado da Cannabis medicinal foi um dos temas da abertura do simpósio latino-americano da MJBiz Daily’s, em Bogotá, Colômbia, nesta segunda (30). No palco, Rafael Eduardo Malagón Bernal, químico farmacêutico, representante da Invima (Instituto Nacional de Vigilância de Medicamentos e Alimentos), deu uma boa notícia. O guia com todas as regras do mercado da Cannabis será publicado em duas semanas.

Uma das preocupações dos empresários refere-se ao tempo entre a prescrição e a compra do medicamento. “Não haverá filas, nem demora para o paciente conseguir o medicamento à base de Cannabis”, disse Bernal durante sua palestra.

No Brasil, os pacientes esperam dois meses ou mais para a Anvisa liberar a prescrição do médico para a compra. Na Colômbia, uma vez com a receita nas mãos, o doente comprará o remédio direto na farmácia. Só os estabelecimentos licenciados pela Invima poderão comercializar o produto. “O processo será rápido”, promete Bernal. ” Depois de receber nossa visita, a licença sai em uma semana.” O processo de permissão de compra inicia, segundo Bernal, logo que o guia seja publicado. “Ao mesmo tempo, os laboratórios poderão começar a produzir os medicamentos”, afirmou.

Fonte: Panorama Farmacêutico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Vem aí a ExpoCannabis 2019 em Montevidéu

Para quem nunca foi, vale conferir como funciona a festa Todo final de ano acontece, em Montevidéu, a ExpoCannabis! A feira reúne uma diversa gama de produtos, iniciativas, debates, publicações…
View Post