Advogada autorizada a cultivar maconha medicinal vai testemunhar em defesa de casal preso por tráfico

Total
0
Shares

Autorizada desde 2016 a cultivar maconha em casa para o tratamento da filha portadora da Síndrome de Rett, a advogada Margarete Santos de Brito vai depor, no dia 5, agora, na 11ª Vara Criminal do TJ, num caso de Alto Paraná (PR).

Ela testemunhará em defesa de um casal de lá que plantava maconha em casa para fins medicinais e foi preso acusado de… tráfico de drogas. O homem é presidente uma associação local de apoio a pais de pacientes, e produzia ele mesmo o óleo com canabidiol para o tratamento.

Fonte: Ancelmo Goes/ O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post