Prefeitura de Macaé promoverá 1º debate sobre uso medicinal da maconha no município ainda em março

Total
0
Shares

A Prefeitura de Macaé anunciou nesta sexta-feira, 14, a realização do 1º Seminário sobre a Cannabis Medicinal no município para discutir a utilização medicinal da planta usada para produzir o fumo da maconha.

“Há tempos que o uso medicinal de produtos à base de maconha vem sendo discutido no Brasil. Com a regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as questões sobre os benefícios, critérios e utilização ganharam mais força e a necessidade de esclarecimento também”, justificou o governo municipal.

Em parceria com a Associação Brasileira para a Cannabis (ABRA), o evento, que acontecerá nos próximos dias 14 e 15 de março, das 9h às 17h, no Centro de Convenções Roberto Marinho, e terá inscrições gratuitas.

A prefeitura informou também que o seminário será aberto ao público em geral, desde pacientes a profissionais da área de saúde, e abordará, entre outros temas, aspectos jurídicos e fisiológicos do uso medicinal da cannabis.

Entre os especialistas confirmados no evento, estarão presentes, o doutor em psicologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Dr. Lauro Pontes; a advogada criminalista na Rede Jurídica pela Reforma da Política de Drogas, Marcela Goldschimt; o neurologista pediatra e coordenador do Centro de Epislpsia do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemayer, Dr. Eduardo Faveret; além de Pedrão Zarur e Daniel Zarur, que falarão sobre fisiologia, botânica e técnicas de cultivo da planta; de Dennys Zsolt, que discutirá pragas e outras questões agrícolas; e de Bernardo Monteiro, que apresentará técnicas de cultivo protegido.

Para o representante da ABRA, Vinicius Pereira, discutir e ampliar a abordagem do assunto é fundamental para que mais pessoas possam usufruir dos benefícios medicinais do extrato da cannabis.

“Encontros como esse que será realizado em Macaé estão sendo feitos em todo o Brasil a fim de que mais pessoas possam conhecer e serem beneficiadas, ganhando mais saúde e qualidade de vida”, afirmou ele.

À frente da organização Rede do Bem, que está sendo criada em Macaé, Denise Mello é mãe de uma menina de 4 anos que nasceu com microcefalia, e atualmente faz uso do extrato da cannabis para tratar epilepsias intracranianas.

“Os resultados foram impressionantes. Em apenas 1 mês e meio de uso, as epilepsias diminuíram em 20%. Estamos falando de algo que está trazendo mais dignidade para a vida das pessoas e que necessita ser desestigmatizado”, analisa a mãe.

O assunto ganhou força após a aprovação da regulamentação do uso medicinal da cannabis pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em dezembro do ano passado. As inscrições para o evento, que acontecerá no 2º final de semana de março, podem ser feitas de forma gratuita através do email saudecannabismacae@gmail.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Vem aí a ExpoCannabis 2019 em Montevidéu

Para quem nunca foi, vale conferir como funciona a festa Todo final de ano acontece, em Montevidéu, a ExpoCannabis! A feira reúne uma diversa gama de produtos, iniciativas, debates, publicações…
View Post

Prefeitura de Búzios organiza seminário sobre uso medicinal da maconha

Prefeitura de Búzios, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, da Abracannabis, e da 61ª subseção da OAB/Búzios, promovem o “1º Seminário sobre a Cannabis Medicinal em Búzios”. O evento…
View Post

Vinhedo recebe roda de conversa sobre o uso medicinal da Cannabis

Nesta terça-feira, 19, às 9h, será realizada em Vinhedo uma roda de conversa sobre o uso medicinal da Cannabis com Raphael Bontempi Ferreira, advogado que estuda o tema e que…
View Post

Plano de saúde não pode negar medicamento à base de Canabidiol

Plano de saúde não pode negar medicamento à base de Canabidiol Quinta, 28 Novembro 2019 18:02Escrito ou enviado por Fernando ZeferinoAdicionar comentarioSEGS.com.br – Categoria: SegurosImprimir Cada vez mais, as pessoas…
View Post