Câmara de Salvador pode debater venda de medicamentos a base de maconha

Total
1
Shares

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) pode sediar um seminário regional para discutir a comercialização de medicamentos à base de maconha em dezembro. A proposta foi protocolada pelo deputado federal Bacelar (Pode) na Câmara dos Deputados na comissão que debate o tema em Brasília. A ideia do parlamentar, pré-candidato a prefeitura de Salvador, é trazer para a capital baiana o debate sobre a liberação da venda dos medicamentos que contenham extratos, substratos ou partes da Cannabis.

 

Caso aprovado na comissão na Câmara, o evento terá organização em Salvador intermediada pelo vereador Sidninho (Pode). O edil articula para que o debate ocorra no plenário do Legislativo Municipal. A proposta de Bacelar é trazer especialistas reconhecidos nacionalmente e internacionalmente para debater na capital. “A questão da Cannabis veio para ficar, por isso é fundamental que pensemos como desenvolvê-la para que tenhamos um acesso democrático, justo, com informações e pesquisas na área tanto para o desenvolvimento do Brasil quanto para a melhoria da qualidade de vida de pacientes de diversas patologias”, escreveu Bacelar na proposta protocolada na CMS.

Os remédios à base da planta são indicados para o tratamento da epilepsia refratária, em que pacientes, geralmente crianças, enfrentam uma frequência alta de crises. Desde 2015, a Anvisa autoriza a importação de óleos e produtos à base de maconha para pacientes de Parkinson, autismo e dores crônicas. A compra dos remédios, no entanto, está apenas autorizada diante da liberação da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Cannabis medicinal no Brasil: veja o que muda com as novas regras da Anvisa

A regulamentação de produtos à base de maconha no Brasil foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (3). Com a decisão, produtos feitos com cannabis para…
View Post

O ministro da Educação não sabe o que diz

Mais uma vez, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, investiu contra as instituições de ensino federais tentando envolver, na semana passada, os seus alunos em prática criminosa. Se a intenção…
View Post

STJ reafirma que importação de sementes de maconha não é contrabando

A importação de pequena quantidade de sementes de maconha não pode ser considerada contrabando. Com esse entendimento, a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça negou recurso do Ministério Público…
View Post

Anvisa adia decisão sobre maconha medicinal

BRASÍLIA — A decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a regulamentação da produção, plantio e transporte da maconha medicinal por parte de empresas farmacêuticas; e sobre o…
View Post

Brasil está atrás de outros países na liberação da cannabis

Milhões de pessoas ao redor do planeta sofrem com doenças que podem ser tratadas ou aliviadas com o uso do canabidiol, uma das substâncias que compõem a cannabis. Para tratar…
View Post